quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Lady GaGa é moda de Halloween

"O célebre vestido de carne de Lady GaGa tornou-se a máscara de Halloween mais procurada nos Estados Unidos.

Os talhantes de Nova Iorque têm sido inundados com pedidos para recriar o fato. Lady GaGa estreou o vestido, que terá sido feito a partir de 23 quilos de carne, nos MTV Video Music Awards deste ano.


Bem Turner, dono dos Brooklyn Kitchen, já revelou que os fãs terão de pagar cerca de 2 mil dólares para ter uma réplica do vestido, e que a roupa depressa vai ficar “molhada e muito malcheirosa”."
(Fonte: MYWAY)

 Aqui se vê a influencia do acto desprendido de Lady Gaga ao "desfilar" com um vestido feito de carne, motivando os seus fãs a praticarem a mesma exposição de carne em decomposição, em detrimento do sofrimento animal e demonstrando desrespeito pelo mesmo.

Este capricho de Gaga deu origem à repetição desse mesmo capricho, ignorando completamente a consciência ética de que todos deveríamos ser portadores.

Assim, o fabricar uma máquina para consumo compulsivo, a empresa Gaga não pode esquecer-se das consequências que isso acarreta. Ao ter esta forte notoriedade pública, a sua consciencialização acerca dos seus actos e respectivas repercussões devia também merecer uma atenção reforçada, uma vez que constituem um modelo a seguir para muitos, que não questionam essas atitudes por admirarem a personagem de onde elas provêm.



Publicado por LUNA Karenine e por Boneca de Trapos

Sem comentários: